segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Cansei de ilusões!


Chega! – Eu não quero mais saber. -- Se dona Dilma é falsa; se é sapatão; se usa cuecas “Zorba GG”, como andam espalhando por aí; se ela e sua corriola conseguiram transformar o Brasil nesta verdadeira zona, com menores de 12 anos portando armas pesadas, drogas, ameaçando a todos nós, maiores de 60, 70 – eu não quero mais saber. Cansei de dar “murros em ponta de faca”.  Vou viver agora só de recordações; dos meus velhos tempos sobrevoando o imenso inferno verde; a minha imensa, infindável floresta Amazônica!

Uma vez tivemos que pernoitar em “Gorotire”, uma tribo de índios situada nas margens do rio Fresco, um dos afluentes do majestoso Xingu. É lá que fica a aldeia dos Caiapós, aqueles de "beiços de pau". Dormimos naquelas redes que servem para “sobrevivência nas selvas”, ouvindo o barulhão dos índios, que, armados com flechas e tacapes, “velavam por nós...”. 

Começam bem cedo furando os lábios inferiores e,  à medida que vão envelhecendo, vão aumentando o diâmetro da bolacha de pau, ficando com aqueles beiços enormes. Entre nós, os que se dizem civilizados, a coisa está ficando diferente; homens e mulheres estão abrindo buracos pelo corpo inteiro, nos lugares mais secretos, distantes e remotos.

Decolamos bem cedo de Gorotire para a aldeia dos índios Kubenkrankein, ou Kuben-kran-ken. Era manhã de um dia chuvoso, com nuvens baixas, as famosas e perigosas "barbas de bode", terror dos pilotos; são nuvens que costumam se enamorar das majestosas árvores, num longo abraço, iludindo os pilotos menos experientes que se aventuram a voar naquela Amazônia ainda virgem e desconhecida.

Perder-se na Amazônia é muito fácil; difícil é se achar depois; a tendência para quem se perde naquela região é perder-se cada vez mais, e ficar cada vez mais com gosto de merda na boca. Hoje, não! -- Estou falando daqueles velhos tempos dos C-47; da aviação romântica; aviação do “arco e flecha”. -- Na hora estimada da chegada, nada de avistarmos a aldeia dos Kubens. Abrimos para um "quadrado crescente", técnica usada para quem está perdido, naquele ondulado “Inferno Verde”. Hoje não; hoje os pilotos não se perdem mais, com a ajuda dos fabulosos GPS. Lá pela quarta perna avistamos fumaças, parecidas com as de uma enorme fogueira. Era a “Cachoeira da Fumaça”, onde se “escondia” a aldeia daqueles índios ainda muito arredios, que nos olhavam de longe, temerosos e ameaçadores. A fumaça nada mais era que respingos de água da enorme queda da cachoeira, respingos que subiam aos céus, como se fora um farol para orientação dos nossos bravos pilotos.

Pousamos numa pista que mais parecia uma estrada de boi e fomos recebidos com hurras, gritos e pulos dos índios e muito choro das mulheres. Meu copila, novinho naquelas plagas, quase chora também; mas de medo! Expliquei-lhe, conhecedor que era daqueles costumes indígenas, que o choro nada mais era que uma demonstração de alegria pela volta dos entes queridos, regressando de tratamentos de saúde em Belém, Santarém, Manaus. Era sinal de que tudo estava bem, naquela aldeia solitária, cercada de milhares de araras azuis, papagaios, macacos, cachorros magros. Os “hurros” dos homens eram demonstrações de força, como acontece com os “hurros” dos canhões nas guerras entre os Exércitos dos homens ditos “civilizados”.

Velhos tempos que não voltam mais...

Coronel Maciel.

6 comentários:

João Guilherme disse...

Coronel Maciel, eu não consigo entender porque as Forças Armadas estão se humilhando tanto para este governo corrupto do PT ao ponto de aceitar serem comandadas no ministério da Defesa por um ex-terrorista que lutou contra elas??

Anônimo disse...

.....
Não coloco meu nome por covardia ou medo do pt(já sabem quem sou), é apenas para tentar manter o restinho de tranquilidade de meus familiares.
Devo ainda lembrar a todos que estão com a vida pendurada em bancos alguns detalhes, o BB é do pt, a CEF é do pt, o INCRA é do pt, tudo, até a justiça é do pt e ele não quer apenas sua alma e a mixaria que lhe emprestou, ele quer o dobro, aquele que você deu de garantia, enquanto você tiver um fio de cabelo de independência ele não vai parar, ele quer você pastando na mão dele, veja só o tamanho da loucura, se somos todos nós que sustentamos o estado, como poderá o estado sustentar a todos nós? Ou melhor, mostre-me um país sob o jugo desta loucura onde o povo tenha paz.
Que Deus nos ilumine para que todos busquem a verdade e tomem a sábia atitude de bater à porta por vontade própria mesmo que a mídia diga que tudo vai bem e que essa é uma péssima ideia e mesmo para não se impressionar com cenas que a mídia mostrará devido aos efeitos colaterais das consequências que nos levaram a tal momento, se não for assim seremos engolidos por essa desgraça e tudo será um inferno permanente.
Talvez seja a hora de sair de cena Coronel, bem ou mal, o que pude fazer, feito está, isso me custa uma saúde danada, sempre grato pelo espaço.

Anônimo disse...

....
Há mais de 40 anos os militares já faziam nossa infra ser superior às necessidades presentes e prontas para o futuro, são elas que ainda nos dão suporte e quando me fazem a pergunta 'A que preço?' respondo sempre que no valor exato equivalente ao tamanho da infra e da capacidade de pagamento do país em longo prazo, não sei a origem da frase que diz que lugar de milico é no quartel mas discordo, lugar de militar é em todo e qualquer canto do Brasil, inclusive no poder quando preciso for como agora é. Os civis não tem preparo para nos administrar, não sou eu que digo isso, é a nossa realidade, será preciso preparar os políticos para que este século seja de paz, de ordem e de tudo de bom que podemos viver.
Nunca tive interesse em política, sempre medi a qualidade dela na bomba de gasolina, no posto de saúde, no supermercado, etc, e se estamos funcionando até hoje, é graças a tudo que os militares fizeram nos poucos e bons anos que nos administraram, independente da minha vontade, acho que tudo caminha neste sentido e que ninguém se iluda, o pt vai fazer de nós um caldeirão infernal quando chegar a hora, sabemos como agem dissimuladamente e se preciso for esperarão mais 200 anos para declarar que estamos 'bolivarianos' ou comunistas, desde que, é claro, não os ameacemos lhes tirar o poder que usam para nos destruir, seja no voto ou na força.
Acho que exagerei usando a palavra iluminismo, menos, uma boa dose de inspiração foi derramada sobre nós para que facilite a compreensão de todos no sentido de que possamos fazer por onde e consigamos sair dessa com o uso da palavra e da ainda disponível internet livre.
Se eu estivesse com a vidinha serena e tranquila estaria dando a cara a tapa?

Anônimo disse...

...
Mesmo fazendo uso quase exclusivo de meu instinto de sobrevivência, a cada dia tenho visto que meus tiros não tiveram erros quilométricos, foram no máximo de alguns metros e em alguns casos o acerto foi na mosca, não estou me gabando, apenas querendo dizer que todo e qualquer esforço na busca da salvação tem bons resultados, se um dia passei a impressão de ser "O perfeito", foi mal, sou um lago de más tendências a serem domadas e aprendi que a diferença entre o são e o criminoso está no controle emocional e que ainda estamos em formação, somos frágeis e não é saudável ficar testando os limites das pessoas, quando um criminoso diz que não sabia onde estava com a cabeça na hora do crime, em muitos casos ele não está mentindo e o pt faz de tudo para que as pessoas pensem que não tem responsabilidade diante de suas más tendências, só a correção delas é que trará maior tranquilidade e paz de espírito, fora disso, é o inferno na terra, essa é a lição primária de todos e qualquer um, quando não se consegue dominar ainda qualquer que seja, é preciso ter um comportamento tranquilo para não agredir os outros, esse respeito ao próximo parece que o pt enterrou para sempre, é o radicalismo total e a qualquer preço, nada bom pra ninguém.
Quando bato o olho em uma inocente cena de uma criança semi-nua na tv, sei muito bem a quem se destina tal mensagem, ou a palavra seria estímulo? Fico apenas nesse exemplo por ser um dos mais senão o mais devastador na psique de um humano, se nós não cuidarmos de nós, o diabo e os Castro cuidarão.
Tenho visto que minhas opiniões tem tido adeptos no meio político, lembro que no tempo de estudante chamávamos isso de cola, coisa daqueles que querem se dar bem com o suor alheio, fica fácil entender o caos em que estamos, é certo que todos nós nos servimos de inspiração, mas em vosso caso, tudo fica apenas no mundo das possibilidades e para impressionar a plateia, depois de vermos a montanha de milho a céu aberto vem o Lula dar financiamento para armazenagem e os meios a falar bem dos produtores rurais, ou meus mails foram interceptados ou o sol anda imanando a luz da verdade, lembro que essas medidas estão atrasadas e que suas atitudes de um passado bem recente destruíram milhares de famílias, quando um setor é destruído, não são apenas as maquinas e cifras que se arrebentam, junto vão todas as famílias que moviam e dependiam do setor levando filhos a duvidarem da capacidade de seus pais e fazendo as mulheres procurar maior segurança e isso não é nada perto dos que foram induzidos ao suicídio destruindo centenas de famílias em nosso Brasil portanto o fato de o tempo ter passado e agora vocês verem a verdade como ela é não lhes isenta do peso de serem o verme que foram e continuam sendo estimulando o crime e desviando o caminho de milhares que uma forma ou de outra dependem de vocês para viver ou mesmo buscar informação ou distração e o que é pior, desviar a atenção de todos escondendo descaradamente a verdade, fechar o julgamento do mensalão com citação mentirosa do carniceiro assassino sanguinário foi de extremo mau gosto, quero pensar que a barra foi forçada, isso não é respeito à diversidade, isso é apologia pura ao comunismo e essa coisa mata pra caramba, porque não mostram as consequências disso já que essa é a nossa realidade?

Anônimo disse...

..
Pela alta periculosidade, pela falta de humanidade, pelo alto poder de explosão e de destruição de toda e qualquer sociedade que esta ideologia representa, ela deve ser tratada como tal e o fato dela se alimentar das frestas ou deficiências da democracia não lhe dá o direito para nos destruir com sua utopia fracassada em todo o mundo, mas não podemos negar que essas deficiência precisam ser estancadas não só para impedir o avanço desta como para evoluir no processo de nossos ideais e aspirações. É preciso que todos coloquemos nossas picuinhas de lado e passemos a ver o todo, não é justo querer manter qualquer falsa liberdade enquanto milhares vivem de forma desumana, falo do caos em que estamos em todos os aspectos. Já tive duas ou três oportunidades de perceber o chão de pessoas favoráveis tremer diante da iminência de uma intervenção militar, a vida é assim, diante de momentos drásticos o chão treme mesmo e como as leis se transformaram num emaranhado confuso, mesmo os que andam direito sentem-se fora da lei e temem acabar sendo vítimas, é o efeito da arquitetura maligna, é como no caso das pessoas se sentirem intimidadas em falar a verdade temendo ganhar um processo na justiça onde terá perdas e danos garantidos, quais alternativas nos restam? Ontem vi meu candidato dizendo que estou "brigando pelo passado", realmente, minha dificuldade de me fazer entender é muito maior do que eu poderia imaginar, estou me debatendo há muito tempo tentando encontrar um meio de nos salvar deste passado em que estamos presos, computadores e tvs de plasma em nada significam futuro diante das mazelas que nos abatem, lembro que pode acabar sendo responsável pela solidificação do socialismo em nosso meio, precisamos de todos, inclusive e principalmente dos políticos para chegarmos a um consenso e nos salvarmos, é hora de termos pena de nós, é assim que os socialistas tratam a sociedade, eles são eles e o resto é o resto, mas digo que o subconsciente da nação já está impregnado desta opção, lembra quando o pt estava prestes a entrar no governo? todos sabiam de antemão, agora é a mesma coisa, apenas um tempo para solidificar a intenção e aguardar a faísca que causará a ignição, para o nosso bem, assim será, ninguém está profetizando, está tudo tão previsível, o que vem agora? a censura da internet e depois o desabastecimento e depois o horroroso rosnar da fome e isso tudo com eleições e mais eleições, é preciso entender que se essa ideologia tivesse fundamento e alguma possibilidade de funcionar, todos nós iríamos querer, quem quer ficar para trás ou parado no tempo? Ontem parei em um posto para colocar essa porcaria de gasolina cara misturada com um monte álcool e vi 3 caminhoneiros conversando, fui lá e perguntei a eles se tinham alguma coisa contra um governo militar e dois disseram ser favoráveis, um foi contra e um dos favoráveis acrescentou que se fosse sem truculência ele também gostaria, então é isso, décadas de imagens e propaganda massiva deixou o país inteiro bem distante de sua única salvação e pensando que a coisa pegou geral, agora cada um precisa ficar garimpando a verdade e forçando-nos a multiplicar os esforços em mostrar o óbvio e olha que alguns estão nessa estrada há mais de décadas.

Anônimo disse...

.
É Coronel, não está fácil manter o ânimo em bom estado, o tempo de matar um leão por dia ficou no passado, agora é um dragão por dia.
Estive revendo meus passos em busca de injustiças que cometi e não encontrei, se cometi, não chegam a ser uma gota perto do oceano que esta ideologia vem cometendo e todos sem exceção que levantam ou lentaram esta bandeira tem sua parcela de responsabilidade direta, salvas as devidas proporções.
O que cometi foi uma provocação direta ao professor Olavo de Carvalho e após ler e mastigar bem cada palavra das críticas, engoli sem ódio ou desejo de vingança, eram apenas umas poucas e boas verdades, considerando o estado de nervos em que todos nós estamos até que foi pouco e quando citei a ideia de fazer de todo o conhecimento um produto cultural não foi pucha-saquismo ou tentativa de o desarmar contra minha pessoa, longe disso, digo ainda que desejo que obtenha pleno sucesso na formação de seus alunos e torço para que muitos entrem e ocupem altos cargos políticos para que possam transformar nossa realidade em algo mais justo e funcional, mesmo que o caminho não seja pela política e somente pela orientação, minha torcida é grande, é a única luz que consigo vislumbrar.
Por não gostar de lidar com crise, sempre que posso faço o possível para antecipar os acontecimentos e ver a página virada logo de uma vez e seguir adiante com mais tranquilidade, na minha pequena realidade, as vezes consigo, mas na grande, na nossa, impossível, ela tem vida própria.
Analisando a lei do lixo pude ver algumas coisas óbvias e outras nem tanto, não podemos negar que não passa de uma tentativa de reverter os efeitos colaterais da falta de educação do povo e que os que querem multar são os mesmos que destrataram a situação da educação e é estes que precisam de uma melhor orientação, como está, patinaremos eternamente na mesma poça de lama, precisamos ir para outra, virar a página. O valor de R$ 150 é absurdo por um simples pedaço de papel, com esse valor eu sobrevivo por uma semana, é, o socialismo já chegou para mim há um bom tempo e quero lembrar que na democracia capitalista a pindaíba é sempre temporária e no socialismo é permanente com forte tendência a piorar.
O fato de se dar uma multa acima da realidade é que ajuda que a corrupção aconteça, o valor que pune e educa neste caso é de R$ 15, transferindo essas multas alucinadas para as pessoas físicas e jurídicas de todo Brasil fica fácil de entender o caos de nosso judiciário, precisamos mudar o sentido da força, estamos nos auto-sabotando na maior cara de pau, ou melhor, estão nos sabotando. Assim como o homem e a sociedade sem raízes não sobrevivem, um país sem justiça também não.
Quando pego um texto para estudar me atenho apenas na ideia, ignoro completamente a facilidade ou dificuldade do autor, apenas a ideia é meu foco.
È bem possível que estamos vivendo na prática o socialismo quase puro e ainda não nos apercebemos do fato, as coisas precisam de tempo para ser absorvidas e entendidas e o tempo nos atropela assim como o pt vem nos atropelando.